41 municípios do PA são fiscalizados por falta de transparência em contratos emergenciais na pandemia.

1676097 resize 1000 1000

Por determinação legal, as cidades paraenses devem publicar de forma imediata em portais específicos informações sobre gastos.

Municípios do estado são alvos de fiscalização por falta de transparência sobre licitações e contratos emergenciais durante a pandemia. Segundo o Ministério Público do Pará (MPPA), por determinação legal, as cidades paraenses devem publicar de forma imediata em portais específicos informações sobre contratações.

De acordo com o MPPA, na terceira etapa de fiscalização realizada para conferir a transparência de cada município, foi identificado que Marapamim, Novo Repartimento e Santana do Araguaia realizaram contratações e sequer criaram um portal para repasse de informações. O mapeamento é realizado pelo Centro de Apoio Operacional de Defesa do Patrimônio Público (CAODPP) e pelo Núcleo de Combate à Improbidade e à Corrupção (NCIC).

A terceira etapa da fiscalização identificou que um montante de R$23.821.410,56 foi destinado à contratações emergências que não foram declaradas em portais específicos. Ao todo, de acordo com o mapeamento, foi identificado contratações sem a devida transparência ativa que acumularam mais R$48.198.978,72.

Foi identificado que os municípios de Almeirim, Anajás, Augusto Correa, Curuá, Juruti, Limoeiro do Ajuru, Placas, Quatipuru, Rondon do Pará, São Francisco do Pará, São Miguel do Guamá, Viseu e Vitória do Xingú, criaram portal específico, mas não registraram qualquer informação na plataforma, o que viola as determinações legais.

Segundo o MPPA, Bagre, Breu Branco, Goianésia do Pará e Palestina do Pará criaram páginas para repassar despesas e contratações durante a pandemia, mas sem um portal específico. Nos municípios de Alenquer, Barcarena, Belterra, Capanema, Canaã dos Carajás, Conceição do Araguaia, Itaituba, Jacundá, Marituba, Ourilândia do Norte, Paragominas, Porto de Moz, São Domingos do Capim, São Félix do Xingú, Santa Barbara do Pará, São João da Ponta, Santarém, Tracuateua e Tucuruí, foi identificado que, apesar de terem portais específicos e algumas informações registradas, a atualização não está sendo realizada de forma imediata.

A Redação via G1

Mais Acessadas

  • Ordem
  • Título
  • Popular

Morre o comunicador ...

Faleceu neste domingo o ...

Salinas - Justiça ...

Justiça determina que prefeito de ...

Bragança já registrou ...

Em boletim divulgado na noite ...

Comércio de Bragança ...

De forma gradual, comércio de ...

Bragança já registra ...

Em boletim divulgado no início da ...

Bragança já contabiliza ...

Em boletim divulgado na tarde ...

10ª Conferência ...

O Conselho Municipal de Saúde de ...

11 MORTES POR COVID-19 ...

Brasil tem 19.638 casos de ...

122 novos casos e 5 ...

A Secretaria de Estado de Saúde ...

1ª Plenária Municipal de ...

Acontece em em Tracuateua no dia ...

21 casos de Coronavírus ...

Sobe para 21 o número de ...

21 de março - Dia ...

Dentre os 365 dias do ano, o ...

Has no connect to show!

PIZZARIA MIXW Copy

podcast3 Copy

Destaques

Tracuateua chega a 400 casos ...

O Município de Tracuateua ...

Acusado de ser o mandante da ...

Mandante da morte de dono da ...

Tracuateua receberá mais ...

Portaria do Ministério da ...

Novo Mangueirão terá ...

Governo do Pará apresenta ...

Vereadores cobram ...

Câmara Municipal de ...

Vídeo Destaque

Usuários Online

Temos 291 visitantes e Nenhum membro online

Curta nossa página

logo jt rodap

Nosso Endereço

  • Rua Benedito Padilha, AP-04 - Centro - Tracuateua - PA CEP: 68647-000 - Brasil
  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • (91) 98468-3055 / 98416-6497

Anuncie Aqui

DESTAQUE DA SEMANA: BRASILEIRÃO SÉRIE C 2020

Usuários Online

Temos 291 visitantes e Nenhum membro online